Colecionadores Estudantes
  Home O Festival Hemerocallis Comunidades Agende-se Imprensa Notícias Patrocinadores Fale Conosco
 

Comportamento dos hemerocallis no inverno
Dormência e semi-dormência


Mesmo nestes dias em que algumas plantas aparentemente secam e morrem e que nem mesmo as formigas se arriscam à procura de alimento, os jardins mantém-se em atividade, vivos. Só que é uma vida subterrânea.

Com os hemerocallis dormentes e semi-dormentes é assim. E a compreensão das diversas fases da planta é fundamental para que admiradores e profissionais da jardinagem desfrutem de todas as particularidades da espécie.

Durante o inverno, enquanto as cultivares do tipo perene mantêm as folhas verdes, as do tipo dormente perdem todas as suas folhas e as semi-dormentes perdem suas folhas ao mesmo tempo em que novas já são avistadas. Esse comportamento leva algumas pessoas a confundirem o amarelado das folhas com uma possível doença ou com a morte da planta.

Hemerocallis dormentes (à esquerda) perdem todas as folhas, enquanto os semi-dormentes ao mesmo tempo em que perdem as folhas velhas, ganham novas.

O que acontece na verdade é um processo natural da espécie, uma preparação para o próximo período de floração. Abaixo da terra, o rizoma do hemerocallis - o coração da planta - continua batendo, forte e saudável.

Para evitar um "vácuo" no seu jardim, você pode plantar flores anuais em torno das touceiras de hemerocallis para facilitar a identificação dos canteiros. As espécies amor-perfeito, agerato, margarida-inglesa e a boca-de-leão são uma boa solução para ocupar bordaduras e maciços, porque gostam de regiões mais frias.

Flores de época podem ser plantadas entre as touceiras

As plaquinhas de identificação são outra opção para você distinguir suas cultivares de hemerocallis no período de dormência e a vantagem é que as placas emprestam um certo charme ao jardim.

O transplante é uma terceira opção, mas requer certa habilidade:
Retire o rizoma da terra e transplante para outro local - o fundo do jardim ou um vaso - mantendo atenção redobrada com a irrigação e a adubação. O transplante deve ser feito em, no máximo, dois dias para não prejudicar o rizoma e os hemerocallis devem voltar para o local definitivo no final do inverno (final de agosto).

Em cidades como São Joaquim (SC) e Campos do Jordão (SP), conhecidas pelas baixas temperaturas, os hemerocallis geralmente se comportam de forma diferente das suas características originais. Uma cultivar semi-dormente pode alterar seu ciclo vegetativo para dormente em virtude do clima.

Conheça os hemerocallis dormentes e semi-dormentes da nossa coleção:
Amanda
Alessandra
Bertie Ferris
Buffy's Doll
Cora Coralina
Flore Pleno
Happy Apple
Lonnie
Primavera
Shadyside
Stella D'oro
Red Shadow

Fonte: Revista Natureza, ed. 212

IMPRIMAINDIQUE A UM AMIGO

Como nasce uma nova cultivar - Passo a Passo
 
Hibridização dos Hemerocallis - Dúvidas Frequentes
 
Comportamento dos hemerocallis no inverno
 
Hemerocallis, uma flor comestível
 
As diferentes formas dos hemerocallis
 
Cultivo de Hemerocallis em vasos
 
Propagação dos hemerocallis
 
Cultivares Norte-Americanas
 
Características botânicas - Morfologia
 
O Florescimento do Hemerocale
 
Tipos de flores
 
Características botânicas – Flores
 
Espaço do Colecionador: uma paixão inédita no Brasil
 
Curso de Hibridização
 
Dicas para iniciantes
 
Hemerocallis de colecionador
 
Receba informações
   Mapa do Site Política de Privacidade Copyright Sintonia